Seleção do sistema de condução de cabos

Unex
 

Seleção do sistema de condução de cabos

As instalações de telecomunicações estão expostas a possíveis perturbações elétricas e eletromagnéticas que podem provocar um mau funcionamento das instalações e, inclusive, danificar os equipamentos.

Normativamente, desde o ponto de vista da interação das canalizações com os campos eletromagnéticos e com as condições de segurança elétrica, contemplam-se dois tipos de soluções: os sistemas de condução de cabos isolantes e os metálicos.

Por segurança elétrica:

Sistemas Metálicos

Proteção contra contactos indiretos: Os elementos com condutividade elétrica devem ligar-se à terra. Não poderão utilizar-se como condutores de proteção e neutro. Os caminhos de cabos metálicos, que são considerados como massas, deverão ser ligados à terra através de um condutor de proteção e não deverão ser ligados em série.

Equipotencialidade: Os elementos condutores acessíveis devem estar interligados, para que não existam diferenças de potencial perigosas entre elementos condutores que se possam tocar simultaneamente. A união de equipotencialidade pode ser assegurada por elementos condutores não desmontáveis, por elementos condutores suplementares, ou pela combinação de ambos.

Sistemas Isolantes

Não necessita de ligação à terra: Sem possibilidade de correntes de fuga (eliminam-se os riscos de contactos indiretos). Adicionam um isolamento suplementar à instalação inalterável no tempo. O corte e a manipulação não produzem rebarbas que possam danificar os cabos.

Equipotencialidade: Os elementos condutores acessíveis devem estar interligados, para que não existam diferenças de potencial perigosas entre elementos condutores que se possam tocar simultaneamente. A união de equipotencialidade pode ser assegurada por elementos condutores não desmontáveis, por elementos condutores suplementares, ou pela combinação de ambos.

Por segurança electromagnética:

Para reduzir as perturbações capacitivas e indutivas sobre os cabos de dados, são estabelecidas umas distâncias mínimas de separação entre os circuitos de potência e de telecomunicações.

No caso de um sistema de condução de cabos metálico é necessário garantir:
• A adequada distância de separação;
• A continuidade elétrica entre os caminhos de cabos ou calhas, tampas, uniões e demais elementos metálicos;
• A ligação destes elementos a um condutor de equipotencialidade;
• A manutenção destas ligações ao longo do tempo resistindo à corrosão e possíveis manipulações.

O Manual ITED indica que devem ser seguidos os requisitos previstos na
EN 50174-2 e EN 50310. 

No caso de um sistema de condução de cabos isolante, a vantagem está refletida na norma EN 50174-2:2018:

 “Os sistemas de condução não metálicos são produtos neutros desde o ponto de vista eletromagnético, por tanto não proporcionam uma barreira às interferências mas também não produzem perturbações na cablagem de dados por transferência de correntes induzidas ou correntes de fuga.”

Durante o desenho e a instalação só há que manter a distância de separação.

 

Carregue na imagem em cima para consultar as Soluções isolantes para redes de telecomunicações em edifícios

Artigos

Relacionados
Horários Armasul 30 Nov. e 7 Dez.

Horários Armasul 30 Nov. e 7 Dez.

  Informação de horários excepcionais. Com a renovação do estado de emergência em Portugal, foram decretadas diversas medidas restritivas por concelho e por escalas de risco. Após...

VoiceBridge TEV

VoiceBridge TEV

  VoiceBridge Comunicação clara e segura com medidas de proteção O VoiceBridge é um intercomunicador que facilita a comunicação entre os clientes e os operadores de serviços, sendo um...

Catálogo de novidades Begolux

Catálogo de novidades Begolux

  Catálogo de Novidades Já chegou o Catálogo de Novidades 2020. Conheça as soluções de iluminação arquitetural e técnica que a Begolux criou especialmente para si. Não imponha limites de...

Armasul