Painéis Fotovoltaicos: Preço ou Qualidade?

AUNA

 

Painéis Fotovoltaicos: Preço ou Qualidade?

No dia a dia, na preparação dos orçamentos fotovoltaicos, deparamo-nos com o dilema de colocar o preço antes da qualidade ou vice-versa. Esta questão leva-nos inevitavelmente a tomar uma decisão em que corremos o risco de perder a operação por não argumentar suficientemente o preço ou, pelo contrário, estamos expostos a um resultado negativo da operação em consequência da baixa qualidade do produtos.

Perante esta encruzilhada, é fundamental construir uma proposta comercial equilibrada e adequada às necessidades do mercado, pelo que neste artigo vamos tentar definir os principais factores a ter em consideração na selecção comercial de painéis fotovoltaicos.

Nos últimos anos, como resultado de políticas energéticas favoráveis, o mercado fotovoltaico sofreu uma notável expansão que coincidiu com a queda do preço dos painéis, em grande parte devido aos menores custos de produção e aumento da produção mundial, que levaram a uma rápida depreciação de acções.
Esta desvalorização contínua do preço dos painéis nos últimos anos fez com que, em pouco tempo, os painéis fotovoltaicos passassem de um produto tecnológico a quase uma commodity em que, praticamente, só conta o preço (€ / Wp) e disponibilidade do produto, sem mais delongas.

Diante desta situação e de forma a valorizar o produto, os principais fabricantes mundiais de painéis fotovoltaicos têm reagido com novas propostas tecnológicas (PERC, Bifacial, Heterounión, etc.), soluções que permitem obter melhores benefícios e maior potência nos painéis. Para aumentar a produção de energia por painel e assim reduzir o número de unidades por instalação, com a consequente redução dos custos de instalação associados.

Evolução dos preços médios dos painéis fotovoltaicos vendidos na Europa por tecnologia (2010 a 2020)

Esta evolução tecnológica tem deslocado do mercado soluções técnicas mais baratas mas menos eficazes, como os painéis policristalinos, facto que tem gerado uma certa incerteza quanto às preferências e critérios de selecção dos painéis fotovoltaicos pelo instalador, passando por factores como preço, dimensão , potência, disponibilidade, tecnologia, etc., embora atualmente os fatores que se detalham a seguir prevaleçam como critério prioritário na seleção do painel.

PREÇO
O mercado fotovoltaico, actualmente, é um mercado essencialmente de painéis monocristalinos, com um preço médio inferior a € 0,28 / Wp nas soluções standard e inferior a € 0,5 / Wp nas soluções avançadas (bifacial, terounion, etc.).  Neste sentido, embora o preço continue a ser um fator preponderante na seleção dos painéis, aos poucos o cliente e principalmente o instalador exigem uma qualidade mínima do produto, facto que tem limitado o desenvolvimento comercial de painéis de qualidade questionável ou pouco verificável.

POTÊNCIA
O instalador tem estado a optar por painéis grandes (2 m2> 72 células) e com a potência máxima possível (P> 400 Wp), tudo com o objetivo de diminuir o número de unidades a serem instaladas e assim diminuir os custos de implantação associados à instalação dos painéis.
Esta opção, embora seja a maioria, atualmente começa a ser redirecionada para propostas de painéis de tecnologia avançada, que apresentam melhor desempenho e, consequentemente, maior potência por unidade de área. Esta solução permite também minimizar o número de painéis a instalar, mas com painéis mais pequenos (mais gerenciáveis), o que permite reduzir o custo de instalação. Por este motivo, atualmente existe uma tendência crescente de valorização do fator de potência vs. superfície (Wp / m2).

DISPONIBILIDADE DO PRODUTO
Num contexto em que a evolução tecnológica é muito rápida e o planeamento na execução das instalações é quase inexistente, a gestão logística assume uma importância vital, ágil e eficiente que permite garantir rapidez na disponibilização de produtos atualizados para o cliente.
Sob a premissa de que os fabricantes delegam completamente a disponibilidade do produto à distribuição, alianças e / ou compras coletivas, sendo desenvolvidas pela distribuição, a fim de garantir uma alta rotação de stocks o que permite colocar ao dispor do cliente produtos tão competitivos e atualizados quanto possível.
Com base no acima indicado, iremos adicionar que para fortalecer uma proposta comercial sólida, na seleção comercial de painéis fotovoltaicos também será necessário que considere os aspectos associados à qualidade e fiabilidade do produto com o qual nos relacionamos a seguir.

GARANTIA DO PRODUTO
Isso precisa ser o mais amplo possível, mais do que 20 anos, como consequência de que as instalações fotovoltaicas têm taxas de amortização de longo prazo e os painéis estarão expostos aos elementos ao longo de sua vida útil, como tal os defeitos de fábrica terão impacto direto na vida útil e / ou produção – rentabilidade da instalação fotovoltaica.
Nesse sentido, seria necessário que a garantia do produto tivesse, no mínimo, a mesma duração da garantia de produção do produto uma vez que não faz sentido garantir a produção estimada se não puder garantir a durabilidade do produto.


EFICÁCIA SUSTENTADA NO CLIMA
Este ponto é sinónimo de qualidade e fiabilidade já que os painéis de poder idêntico e características físicas podem apresentar diferenças significativas no que se refere à estimativa de produção de energia, como consequência de que a qualidade dos mesmos incidirá fundamentalmente na eficácia e na degradação do painel.

A eficácia (produção energética) do painel é um valor que contrasta pelas avaliações empíricas e via um software de simulação como por exemplo PVSyst, em que se simulam os rácios de produção estimada tendo em conta as características técnicas certificadas pelo fabricante e descritas na ficha técnica.

SOLVÊNCIA DO FABRICANTE
A confiança e fiabilidade como distribuidores estarão directamente ligadas à solvência do fabricante representado, pelo que é importante seleccionar um fabricante com uma certa experiência no mercado em que confiar e que permita assegurar as garantias comprometidas durante todo o período de validade do mesmo > 10 anos.
Como uma referência para a credibilidade do fabricante, a lista TIER 1 PV da Bloomberg2 pode ser útil, embora não seja representante da qualidade do produto, se for sobre a solidez e condição financeira do fabricante, bem como sua permanência no mercado.

Em suma, a decisão não será fácil, mas com este artigo esperamos ajudá-lo a dirimir dúvidas e a lançar alguma luz sobre a seleção de um produto comercialmente competitivo num mercado em fase de consolidação e cheio de oportunidades.

Siga-nos nas redes sociais

Contacte-nos para mais informações

Telefone.  +351 212 557 500
E-mail. armasul@armasul.com

Últimas notícias e campanhas

Plano de formação Hager 2021

Plano de formação Hager 2021

  Expanda o seu Horizonte! Plano de Formação 2021 (2º Semestre) A Armasul convida-o a participar no Plano de Formação 2021 que a Hager propõe, com um conjunto de módulos de aprendizagem adaptados às necessidades dos profissionais na área de instalações eléctricas dos...

Campanha de novos bastidores 19” TX CableNet

Campanha de novos bastidores 19” TX CableNet

  Campanha Rittal - TX CableNet Campanha válida até 30 de Setembro de 2021 Os novos TX CableNet ampliam a oferta de opções Rittal e são especialmente destinados para redes estruturadas, com novo conceito de entrada de cabos pelo teto designado por  “Waterfall”  e com...

Armasul renova showroom da loja de Sintra

Armasul renova showroom da loja de Sintra

  Visite-nos no Showroom renovado a pensar em si!  É com o maior prazer que comunicamos a conclusão das obras de renovação da loja de Sintra. Dando continuidade à alteração do layout e imagem dos balcões da marca, a Armasul concluiu o processo de renovação da loja de...

A Ledvance dá-lhe 10 Dicas para iluminação em Hotéis

A Ledvance dá-lhe 10 Dicas para iluminação em Hotéis

  10 DICAS PARA ILUMINAÇÃO DE HOTEL DO ESPECIALISTA EM ILUMINAÇÃO HOTELEIRA HEINRICH BÖHM, SENIOR DESIGNER E ASSOCIADO DA JOI-DESIGN Não deixe que a fraca iluminação lance uma sombra sobre as suas avaliações! Uma pesquisa conduzida pela Osram em 2014 descobriu que os...

Artigos

Relacionados
Plano de formação Hager 2021

Plano de formação Hager 2021

  Expanda o seu Horizonte! Plano de Formação 2021 (2º Semestre) A Armasul convida-o a participar no Plano de Formação 2021 que a Hager propõe, com um conjunto de módulos de aprendizagem...

Armasul